English French German Italian Spain

 


[Recomendamos atualizar esta página utilizando o comando F5]

Compartilhe com outras pessoas

 

Líderes árabes pedem que Jerusalém Oriental seja reconhecida como capital da Palestina

 

Nesta quarta-feira, dia 13/12, líderes de países muçulmanos pediram que Jerusalém Oriental seja reconhecida como capital do futuro estado da Palestina, segundo a France Presse.

Essa é a primeira reação em conjunto dos países árabes após o presidente americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como capital de Israel e determinar a mudança de endereço da embaixada americana em Israel.

Os presidentes da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, estão entre os líderes que participam da reunião de emergência da Organização de Cooperação Islâmica (OCI), em Istambul, na Turquia.

Segundo informações da agência Reuters, os líderes de mais de 50 países islâmicos, convidam "todos os países a reconhecer o Estado da Palestina e Jerusalém Oriental como sua capital ocupada".

Eles ainda consideram que a decisão de Washington mostra que os Estados Unidos abrem mão do seu papel de apoiador da paz no Oriente Médio.

COMENTÁRIO: Prossegue a consolidação do cenário profético no Oriente Médio rumo ao que já está profetizado. Que estejamos atentos, principalmente ao que está ocorrendo em torno de Jerusalém.

FONTE: G1



 

Saiba que o Altíssimo está no controle de tudo e de todos. Mesmo nos momentos mais difíceis, Ele estará conosco. A nossa salvação em Cristo é eterna. Nele, somos novas criaturas. Ele já venceu a morte. Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação. Se você leu este artigo e ainda não tem a certeza da salvação eterna em Jesus, faça agora mesmo um compromisso com Ele! Convide-o para entrar em seu coração e mostrar-lhe a verdade que liberta. Veja porque você precisa ser regenerado e justificado, para viver a boa, perfeita e agradável vontade eterna do Criador e estar firme Nele diante de qualquer circunstância. Clique AQUI.

 

 

 


© Copyright Projeto Ômega – Todos os direitos reservados